Um manual pra fazer um bom café
Um manual pra fazer um bom café

Um manual pra fazer um bom café

Não existe bebida mais brasileira que café, né? Ele faz parte de muitos dos nossos rituais. Seja pra despertar ou reenergizar, é sempre uma boa pedida, em qualquer hora do dia.

Seu sabor é inigualável, e sua variedade de formas de preparo ajudam a despertar o melhor de sua textura, aroma e intensidade.

Pra saber fazer um bom café, existem alguns detalhes que podem despertar o melhor da sua bebida.

E como a gente tá aqui pra ajudar, separamos algumas dicas que vão proporcionar um café mais saboroso e envolvente para todos os seus rituais.

Nesse texto você vai encontrar:
– Diferença entre Cafés Tradicionais e Cafés Especiais e Microlotes;
– Diferença entre as moagens dos cafés;
– A temperatura ideal da água;
– Receitas para preparar seu café em casa.

Café quentinho pela manhã, esse é o ritual de autocuidado que você merece. Vem aprender a fazer um bom café, vem! 

Escolha um produto de qualidade

A escolha de um bom café determina o sabor, o aroma, a textura e a intensidade perfeita da sua bebida.

Isso acontece porque o Café Tradicional, esse que compramos em grandes redes e que são embalados muitas vezes à vácuo, é produzido com folhas e frutos de qualidade inferior (normalmente da combinação de duas espécies: arábica e conilon).

Essa falta de seleção dos grãos, resulta em um sabor desagradável, que por sua vez é mascarado com uma torra muito escura e queimada
Tudo isso garante uma bebida de sabor e aroma mais amargo e sem um sabor marcante, fazendo do açúcar, um dos seus melhores aliados para bebê-lo.

Cafés especiais e Microlotes de Café, por sua vez,  são desenvolvidos com grãos altamente selecionados, das sementes dos frutos da planta Coffea Arabica e produzidos com rigorosos processos visando a máxima qualidade e diferenciação.

Essa alta seleção de grão garante o destaque de atributos como o aroma, o sabor, a doçura, um equilíbrio de acidez e assim por diante.

Essa união de fatores garante um café perfeito, extremamente saboroso e bem equilibrado. Ou seja, fácil de beber quentinho, sem açúcar, a qualquer hora do dia. 

Fique de olho na moagem do café

Existem inúmeras formas de preparar café, e cada uma delas desperta características distintas da bebida.

Dentre elas estão os seguintes preparos:
– Moka, que produz um café mais forte e intenso.
– French Press, que proporciona um café mais encorpado e aromático.
– Coador, que garante uma bebida mais suave e saborosa.

Mas e o que a moagem do café tem a ver com isso? Tudo.

A moagem é importante para garantir a extração correta do café, de acordo com o método de preparo escolhido.

Para acertar vale seguir a seguinte recomendação:
– Para cafés na French Press, escolha uma moagem grossa;
– Para cafés na Moka, escolha uma moagem média;
– Para café de Coador, escolha uma moagem média.  

Ah, o café moído na hora garante ainda mais sabor para a sua bebida, por isso, vale a pena investir em um bom moedor e moer apenas o necessário para cada um dos seus rituais de café. 

Verifique a temperatura da água

Assim como no preparo do chá perfeito, um bom café pede uma temperatura ideal da água. Normalmente o indicado é que a água esteja entre 90° e 96° graus.

Ela pode sim estar fervida, desde que não esteja em ebulição no momento de contato com o pó do café.

Para conseguir a água em 95°C sem termômetro, basta ferver a água e esperar de 3 a 5 minutos para passar o café.

Despeje a água devagar

Essa é uma dica que vale, principalmente, para o café de coador. Ao iniciar o processo, vale escaldar o filtro e descartar essa primeira água. Esse processo coloca o filtro e o coador na mesma temperatura da água e mantém o seu café quentinho por mais tempo.

Depois disso, coloque a quantidade de pó de café desejada, molhe com um pouco de água quente e espere essa primeira extração ser concluída. 
Para um café com sabor e aroma mais equilibrados, despeje o restante da água de maneira constante e lenta, fazendo movimentos circulares. Ah, outra coisa, o processo de extração deve acontecer entre 2 e 4 minutos, ok?

Receitas para preparar o seu café em casa

Na Moka

Pensada para produzir um café concentrado, quase como um espresso. É uma ótima opção para quem gosta de um café bem forte ou para tomar com leite.

Como preparar: Coloque água no compartimento inferior até a marcação interna na altura da válvula de segurança. Encaixe o compartimento do meio em forma de funil e preencha-o com café com moagem média. Encaixe o compartimento superior e leve a cafeteira ao fogo em chama baixa, até o café começar a sair no compartimento superior. Desligue o fogo e espere todo o café ser extraído.

Na French Press

Uma cafeteira que faz o café por infusão.

Como preparar: Basta colocar na cafeteira e acrescentar a água quente. Mexa com uma colher e espere 4 minutos. Coloque a tampa e abaixe o êmbolo.

Para cafeteira pequena: 20 a 30g (dias a três colheres de sopa bem cheias) de café e 300ml de água.

Para cafeteira grande: 60 a 80g (6 a 8 colheres de sopa bem cheias) de café e 800ml de água.

No Coador

O método de preparo mais usado pelos brasileiros, é apreciado pela versatilidade agradando todos os paladares. 

Como preparar: Escalde o filtro de papel com um pouco de água quente e descarte

a água. Coloque no coador de 20 a 30g (de 2 a 3 colheres de sopa bem cheias) de café. Acrescente 30ml de água quente a 95ºC e espere 30 segundos. Coloque mais 270ml de água lentamente em movimentos circulares durante 1 minuto.

Experimente com: Kit de Café Coffee Selection, Café Toffee Hug, Café Nutty Mood, Café Chocolate Bloom, Café Sweet Cherry, Café Berry Fudge, Café Rio Brilhante.

LEIA TAMBÉM: Rituais de Autocuidado

E você, já sabia fazer um bom café? Aproveite o nosso manual. 🙂 Ah, e para conhecer toda a nossa linha de produtos, procure a franquia Moncloa mais próxima ou compre online. Siga também nosso Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.